top of page

SINOPSE

Abdias Nascimento foi uma das mais importantes e brilhantes lideranças do Brasil, dedicando-se intensamente ao enfrentamento do racismo e à promoção do legado cultural afro-brasileiro. Escritor, artista plástico, dramaturgo, deixou um legado cultural incontornável através do TEN, Teatro Experimental do Negro, das pinturas que realçam sua ligação com a cultura africana e dos livros que denunciam o racismo e a violência das relações étnico raciais no Brasil. Na década de 1980, volta-se à política institucional do Congresso Nacional, onde acreditava ser necessário pôr em pauta as questões raciais e implementar políticas públicas de reparação. Muito do debate e das políticas públicas que assistimos hoje e que foram implementadas no país devemos à sua atuação parlamentar. Essa atuação é o objeto deste livro. Figura estelar no enfrentamento do racismo e em favor dos direitos de reparação dos negros no Brasil, Abdias Nascimento fez de sua vida um canto de louvor à cultura afro-brasileira e de guerra contra o Estado racista e patrimonialista. Escritor, dramaturgo, ator e artista plástico, fundador do mítico Teatro Experimental do Negro, criador do Ipeafro, deputado federal e senador, Abdias empunhava, já no alvorecer da redemocratização, todas as grandes bandeiras que hoje nos são inescapáveis para fazer uma sociedade moderna e radicalmente democrática: as políticas afirmativas, o Memorial ao Escravo Desconhecido, a criminalização do racismo, o dia da Consciência Negra, os direitos trabalhistas das empregadas domésticas, a luta contra o apartheid, a nova Constituição, o Memorial Zumbi e a Fundação Cultural Palmares. Visionário, percebeu que o grande e crucial combate se daria na arena política, que vencer a injustiça e o racismo que alimentavam o ressentimento e a raiva de uma grande parte dos brasileiros só seria possível levando as grandes questões pela via do combate institucional no coração da República, criando as bases para as transformações sociais urgentes. Este livro não é uma biografia; pretende, antes de tudo, dar