top of page

Há muito tempo historiadores e sociólogos contestam a perspectiva de que o povo brasileiro teria assistido “bestializado” à abolição da escravidão e à Proclamação da República. Em seu novo livro, Cláudia Santos traz uma contribuição fundamental à historiografia sobre o tema, ao demonstrar que, sem levar em conta o republicanismo popular, não se compreende este período em toda a sua complexidade e extensão. Partindo dos jornais fundados por republicanos abolicionistas de 1875 a 1904, a autora leva o leitor a acompanhar os acontecimentos políticos do dia a dia e mostra que, se quisermos entender as várias dimensões da atuação política no Brasil, temos que olhar para aqueles que foram derrotados.

 

Claúdia  Santos é doutora em História Moderna e Contemporânea pela Universidade Paris IV-Sorbonne e professora do Departamento de História da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Autora do livro Narrativas de viagem e escrita da História: Os franceses no processo abolicionista brasileiro (1850-1899), há vários anos se dedica ao estudo do abolicionismo, temática sobre a qual já publicou vários artigos.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ Editora Vozes; 1ª edição (20 setembro 2023)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 424 páginas
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 6557139517
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6557139516
  • Dimensões ‏ : ‎ 16 x 2 x 23 cm

Disputas políticas pela abolição no Brasil: Nas senzalas... - Cláudia Santos

SKU: 9786557139516
28,00 €Preço
  • Até 5 dias úteis.

   Portes de envio.

Taxa fixa de € 3,25 por pedido

Entrega grátis para pedidos acima de  € 50,00