top of page

Heidegger mostra que a questão do ser no pensamento metafísico da filosofia ocidental, enquanto questão diretriz para Nietzsche, se desfigura significativamente transformando-se na questão pela vontade de poder como o ser do ente, que no esquecimento do ser do nihilismo se transforma em aparência (Schein), mostrando-se como o eterno retorno do mesmo. Com ela, a filosofia ocidental caminha para o seu fim, esse retorno do mesmo é o "começo a partir do fim", e assim aparece no campo visual do "pensar vidente" (sehende), realizado exemplarmente no seminário, a necessidade do novo começo. Com isso, Heidegger apresenta pela primeira vez pensamentos tirados do Beiträgen zur Philosophie (Vom Ereignis) (Contribuições à filosofia) (Do evento apropriador) que surgia concomitantemente.

 

Martin Heidegger (1889-1976) filósofo alemão, cujas concepções filosóficas sofreram influências de Sócrates, da filosofia de Platão e de Aristóteles, dos gnósticos e de diversos filósofos do século XIX e do início do século XX, principalmente de Søren Kierkegaard e de Friedrich Nietzsche e Wilhelm Dilthey, bem como do seu mestre e fundador da fenomenologia, Edmund Husserl. Em 1927, surpreendeu o mundo filosófico alemão com, Sein und Zeit (Ser e tempo). Por sua vez, Heidegger influenciou fortemente Jean-Paul Sartre, na França, e outros existencialistas.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ Editora Vozes; 1ª edição (1 janeiro 2015)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 304 páginas
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 8532648800
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8532648808
  • Dimensões ‏ : ‎ 20.8 x 13.4 x 1.2 cm

Nietzsche: Seminários de 1937 e 1944 - Martin Heidegger

SKU: 9788532648808
33,00 €Preço
  • Até 5 dias úteis.

   Portes de envio.

Taxa fixa de € 3,25 por pedido

Entrega grátis para pedidos acima de  €