top of page

O fascismo da ambiguidade: um ensaio conceitual tenta compreender a nova forma de fascismo que hoje nos abate. A intenção da autora é expor uma busca conceitual, mais do que uma análise da política fascista do governo, ou melhor, do desgoverno brasileiro, segundo ela.Ao longo do livro, a autora afirma que embora todo fascismo seja inequívoco, sua inequivocidade vem sendo exercida e imposta por uma política da ambiguidade dos sentidos, esta que esvazia os sentidos quando os torna equivalentes a qualquer outro e a qualquer coisa. Nisso reside o que a autora chama de fascismo da ambiguidade.

 

MARCIA SÁ CAVALCANTE SCHUBACK é filósofa e professora titular de filosofia na Universidade de Södertörn (Suécia). Entre 1994 e 2000 foi professora adjunta do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É autora, entre outros livros, de Olho a Olho – ensaios de longe (2011) e, mais recentemente, de Time in Exile: in conversation with Heidegger, Blanchot and Clarice Lispector (2020), O fascismo da ambiguidade: ensaio conceitual (2021), Ex Brasilis: brev från pandemin (2022). Algumas de suas traduções para o português são Ser e tempo e A caminho da linguagem, de Martin Heidegger; Hipérion e Reflexões, de Hölderlin, Mares do leste, de Tomas Tranströmer, A arte de pensar, de Paul Valéry, e para o sueco, Primeiras estórias, de Guimarães Rosa.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ EDITORA UFRJ (1 fevereiro 2021)
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 6588388446
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6588388440
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil 
  • Capa comum ‏ : ‎ 138 páginas
  • Dimensões: 12‏ x 18 cm

O Fascismo da ambiguidade: um ensaio conceitual - Marcia Sá Cavalcante Schuback

SKU: 9786588388440
14,00 €Preço
  • Até 5 dias úteis.

   Portes de envio.

Taxa fixa de € 3,25 por pedido