top of page

Convidada da Flip 2022, a antropóloga argentina Rita Segato reúne neste livro uma série de ensaios que atravessam os temas que fizeram de seu pensamento uma referência internacional. As relações de poder e opressão, os efeitos da violência colonial e patriarcal, as lutas feministas, a crítica ao eurocentrismo e à problemática dos direitos humanos no mundo contemporâneo são algumas dessas questões abordadas em textos que transitam entre perspectivas teóricas e intervenção pública. Rita olha o mundo com lentes decoloniais e reforça constantemente a importância de pensarmos o mundo a partir da América – lição aprendida com o sociólogo peruano Aníbal Quijano, cujas ideias são tema de um dos capítulos deste volume.

O pensamento de Rita Segato é decolonial, anticapitalista, antipatriarcal, desobediente, vibrante. É também incômodo, pois desafia o status quo, complexifica o debate, convoca novas posturas.

 

“Rita Segato é uma das principais pensadoras de nosso tempo. Seu prestígio rompeu fronteiras acadêmicas e regionais, e transcende o âmbito dos movimentos feministas. Impossível atravessar seus textos, concordando ou não, sem de algum modo mudar a forma de pensar e, em alguma medida, se transformar.”- Luiz Eduardo Soares

 

RITA SEGATO é uma antropóloga argentina, reconhecida e premiada internacionalmente pelos trabalhos em torno do feminismo e da violência contra as mulheres. É professora emérita da Universidade de Brasília (UnB) – onde lecionou entre 1985 e 2010 –, titular da Cátedra Unesco de Antropologia e Bioética e coordenadora da Cátedra Aníbal Quijano do Museu Reina Sofia, na Espanha. Trabalhou como perita antropológica e de gênero no histórico julgamento da Guatemala, em que se condenaram membros do Exército pelos delitos de escravidão sexual e doméstica contra mulheres maias da etnia g’egchi, e foi convocada à Ciudad Juárez, no México, para expor sua interpretação em torno das centenas de feminicídios perpetrados no local. Foi coautora da primeira proposta de cotas para estudantes negros e indígenas na educação superior do Brasil. Entre as suas obras estão As estruturas elementares da violência (2003),A Nação e seus Outros (2007), A guerra contra as mulheres (2017), Contrapedagogias da crueldade (2018) e Crítica da colonialidade em oito ensaios, lançado em 2021 pela Bazar do Tempo, que publica o conjunto de seus livros no Brasil.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ Bazar do Tempo;
  • 1ª edição (22 novembro 2022)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 256 páginas
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6584515291
  • Dimensões ‏ : ‎ 21 x 1.7 x 14 cm

Cenas de um pensamento incômodo - Rita Segato

SKU: 9786584515291
31,00 €Preço