top of page

Educar com a mídia trata da relação entre o ensino nas escolas e a imporância dos meios de comunicação de massa entre os jovens. Paulo Freire e Sérgio Guimarães dialogam sobre as possibilidade que as novas mídias oferecem a professores e professoras em sala de aula. Também defendem seu uso em termos de uma política educacional que possibilite a estudantes o espírito crítico fundamental para a formação da cidadania, o respeito à diversidade e o exercício da política.

A presente edição conta ainda com prefácio inédito do professor e autor premiado Luiz Antonio Simas.

*

Em 1963, em Angicos, interior do Rio Grande do Norte, trezentos trabalhadores rurais foram alfabetizados em apenas 40 horas, pelo método proposto por Paulo Freire. Esse foi o resultado do projeto-piloto do que seria o Programa Nacional de Alfabetização do governo de João Goulart, presidente que viria a ser deposto em março de 1964. Em outubro desse mesmo ano, Freire deixou o Brasil para proteger a própria vida. Apenas voltou a visitar o país em 1979, com a abertura democrática.

Ao longo de sua história, Paulo Freire recebeu mais de cem títulos de doutor honoris causa, de diversas universidades nacionais e estrangeiras, além de inúmeros prêmios, como Educação para a Paz, da Unesco, e Ordem do Mérito Cultural, do governo brasileiro. Integra o International Adult and Continuing Education Hall of Fame e o Reading Hall of Fame.

*

“Por que é que eu penso que a internet, globalmente, é importante? Evidentemete, ela só nos dá informações. Eu não acredito nada nas pessoas que pensam com a internet. Mas ela anula o problema da informação. E as pessoas – os professores, os educadores – podem se dedicar a explicar como procurar a informação, como ‘recortar’ a informação, uma vez que agora há uma tal diversidade, uma tal acumulação, vertigionosa, diária, de informações, que é preciso ‘recortá-las’. Se alguém te diz ‘é branco’, talvez seja preto, sei lá eu! É preciso ir buscar as fontes, cruzar as fontes, e aí, uma vez mais, pôr em prática o espírito crítico.”

 

Paulo Freire (recife, 1921–São Paulo, 1997), em 1963, em Angicos, interior do Rio Grande do Norte, coordenou uma equipe que alfabetizou trezentos trabalhadores rurais em apenas quarenta horas. Esse foi o projeto-piloto do que seria o Programa Nacional de Alfabetização do governo de João Goulart, presidente que viria a ser deposto em março de 1964. Em outubro desse mesmo ano, Freire deixou o Brasil para proteger a própria vida. Apenas voltou a visitar o país em 1979, com a abertura democrática. Ao longo de sua história, recebeu 42 títulos de doutor honoris causa, além de títulos de professor emérito, distinguished educator e investigador emérito, de diversas universidades nacionais e estrangeiras, além de inúmeros prêmios, como Educação para a Paz, da Unesco, e Ordem do Mérito Cultural, do governo brasileiro. Integra o International Adult and Continuing Education Hall of Fame e o Reading Hall of Fame.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ Paz & Terra
  • 5ª edição (24 maio 2021)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 240 páginas
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8577534227
  • Dimensões ‏ : ‎ 20.8 x 13.8 x 1.4 cm

Educar com a mídia - Paulo Freire, Sérgio Guimarães

SKU: 9788577534227