top of page

Esse livro-manifesto, escrito a quatro mãos pelo britânico Ian Parker e o mexicano David Pavón-Cuéllar, se organiza em torno da pergunta: O que é revolucionário na psicanálise? E por que nós, que estamos envolvidos com a práxis política, deveríamos levá-la a sério? Este manifesto é um argumento em favor de unir a transformação social à liberação pessoal, mostrando que esses dois aspectos de profunda mudança podem ser intimamente conectados por meio da psicanálise. O manifesto explora o que está por trás de nós, o que continuamos repetindo, aquilo que nos move a mudar e o que nos faz permanecer os mesmos, e como esses fenômenos são transferidos no espaço clínico. Este livro não deixa de ser crítico à psicanálise, mas busca transformá-la, para que os movimentos de liberação possam transformar o mundo.

 

IAN PARKER é psicanalista e trabalha na cidade de Manchester, norte da Inglaterra. É também marxista e membro de vários grupos de esquerda. Grande parte de seu trabalho acadêmico é dedicado a escrever e promover a “psicologia crítica”, desenvolvendo alternativas teóricas à psicologia convencional e iniciativas práticas para abordar o sofrimento humano.

DAVID PAVÓN-CUÉLLAR é professor nas faculdades de Psicologia e Filosofia da Universidade Michoacana de San Nicolás de Hidalgo, na cidade de Morelia, no México. É marxista e participa de coletivos de esquerda radical em seu país. Seu trabalho acadêmico situa-se na intersecção entre a psicanálise lacaniana, a teoria marxista e a psicologia crítica.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ Autêntica
  • 1ª edição (12 agosto 2022)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 200 páginas
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6559281473
  • Dimensões ‏ : ‎ 14 x 1 x 21 cm

Psicanálise e revolução - Ian Parker, David Pavón-Cuéllar

SKU: 9786559281473
20,00 €Preço
  • Até 5 dias úteis.