top of page

Neste livro fascinante e surpreendente, Flo Menezes e Vladimir Safatle mostram, entre outras coisas, como a arte toca no nervo de nossa atualidade.

 

Flo Menezes é considerado um dos principais compositores de sua geração. Estudou composição na USP, realizou mestrado em composição eletroacústica na Alemanha (Colônia) e doutorou-se na Bélgica.

 

Vladimir Safatle nasceu em Santiago do Chile em 1973. Formado em filosofia pela Universidade de São Paulo, é mestre em filosofia pela mesma universidade, com dissertação sobre o conceito de sujeito descentrado em Jacques Lacan, sob a orientação de Bento Prado Júnior. Doutorou-se em filosofia pela Universidade de Paris vii com tese sobre as relações entre Lacan e a dialética, sob a orientação de Alain Badiou. Professor livre-docente do Departamento de Filosofia da fflch-usp, onde leciona desde 2003, foi professor convidado nas universidades de Paris vii, Paris viii, Toulouse, Louvain, além de fellow do Stellenboch Institute of Advanced Studies (stias) e responsável por seminários no Collège International de Philosophie. É um dos coordenadores do Laboratório de Pesquisas em Teoria Social, Filosofia e Psicanálise (Latesfip/usp), juntamente com Christian Dunker e Nelson da Silva Júnior, e membro do conselho diretivo da International Society of Psychoanalysis and Philosophy. Com artigos traduzidos em inglês, francês, japonês, espanhol, sueco, catalão e alemão, suas publicações versam sobre psicanálise, teoria do reconhecimento, filosofia da música, filosofia francesa contemporânea e reflexão sobre a tradição dialética pós-hegeliana. Publicou Grande Hotel Abismo – para uma reconstrução da teoria do reconhecimento (Martins Fontes, 2012, versão em inglês publicada pela Leuven University Press, 2016), O dever e seus impasses (Martins Fontes, 2013), A esquerda que não teme dizer seu nome (Três Estrelas, 2012, versão em espanhol publicada pela lom Ediciones, 2014), Cinismo e falência da crítica (Boitempo, 2008), Lacan (Publifolha, 2007) e A paixão do negativo: Lacan e a dialética (Editora da Unesp, 2006, versão em francês publicado por Georg Olms Verlag, 2010). Seus próximos trabalhos versarão sobre as condições para a elaboração de um conceito renovado de dialética fundado nas ideias de processualidade contínua e de ontologia em situação, assim como sobre a atualização da noção de forma crítica a partir da estética musical contemporânea e da reflexão sobre problemas relacionados ao destino das categorias de autonomia, expressão e sublime.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ N-1 Edições; 1ª edição (21 outubro 2021)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 120 páginas
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 6586941466
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6586941463
  • Dimensões ‏ : ‎ 14 x 0.9 x 21 cm

A potência das fendas - Flo Menezes, Vladimir Safatle

SKU: 9786586941463
23,00 €Preço
  • Até 5 dias úteis.