top of page

Submundo é um manuscrito inédito de Abdias Nascimento, produzido no início dos anos quarenta, durante seu período como detento no Carandiru. Documento histórico de valor inestimável, analisa a mentalidade de uma época e é registro indispensável para entender a trajetória política e intelectual de um dos maiores pensadores brasileiros do século XX.

Relato tocante e surpreendente que costura depoimento pessoal, imaginação sociológica e narrativa biográfica, Submundo é um livro único. Abdias ora narra, ora cede a palavra aos companheiros de cárcere; ouve confissões, pergunta, pondera, se compadece. Entremeado na história, o autor faz uma rara e preciosa reconstrução da gênese do Teatro do Sentenciado, antecessor do TEN (Teatro Experimental do Negro), que viria a se tornar um marco na história da dramaturgia brasileira.
Conforme reconstrói a vida de seus personagens, Abdias apresenta de forma crítica a reforma pelo qual passava o sistema prisional na década de 1940. Essa modernização, ele observa, se dava junto com o enraizamento do racismo científico na criminologia e, por extensão, na dinâmica do sistema carcerário e judicial. É um olhar que mapeia e antecipa elementos fundamentais de futuros debates sobre racismo e encarceramento em massa.
Oficialmente, Abdias foi condenado por uma infração administrativa cometida quando prestara serviço militar. Sua prisão, porém, cheirava a perseguição política da ditadura Vargas e sua profunda intolerância com o movimento negro, do qual Abdias era já reconhecido líder. Eis por que, mais do que tudo, Submundo é um exercício de subversão. Homem negro, Abdias reivindica a perspectiva do preso e a pergunta que nos faz, com alguma ironia, é: sentenciado por qual crime?

“Abdias foi um cronista de seu tempo, um ativista que, com armas que ainda não existiam no Brasil, tentou mudar a realidade de exclusão do povo negro e dar dignidade à presença negra nos palcos e nas telas. Submundo dá mostra disso no sensível testemunho sobre a criação do Teatro do Sentenciado e ao falar de questões do encarceramento que até hoje estão vivas.” ― Lázaro Ramos.

 

ABDIAS NASCIMENTO (1914-2011) foi ator, dramaturgo, poeta, ensaísta e artista plástico. Nascido em Franca (SP), se radicou no Rio de Janeiro, onde, na década de 40, criou o TEN - Teatro Experimental do Negro. Entre 1968 e 1981, no exílio, trabalhou como professor visitante em universidades nos Estados Unidos e na Nigéria. De volta ao Brasil, elegeu-se deputado federal e senador, pelo PTB. Pensador prolífico, escreveu obras fundamentais para entender a formação do Brasil, dentre elas O genocídio do negro brasileiro (1978) e O quilombismo (1980).

 

  • Editora ‏ : ‎ Zahar; 1ª edição (30 maio 2023)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 320 páginas
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 6559791106
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6559791101
  • Dimensões ‏ : ‎ 14 x 1.8 x 21 cm

Submundo: Cadernos de um penitenciário - Abdias Nascimento

SKU: 9786559791101
22,00 €Preço