top of page

"Dias de Fome e Desamparo", de Neel Doff, além de ser uma das obras que inauguram o romance proletário, é um retrato pungente, cru e sensível desta classe suburbana, no final do Século XIX.

 

Em seu relato, que é autobiográfico, Doff remonta seus anos de miséria na Holanda, primeiro, e na Bélgica, na sequência, em que, terceira de nove filhos, é forçada a ir às ruas, muito cedo, em busca de sustento.


Não por acaso, o relato se desenrola, inicialmente, na década de 1870, à sombra da Comuna de Paris (1871) e das incessantes lutas proletárias da segunda metade do Século XIX.

 

O romance de Doff é considerado um dos primeiros romances proletários, especialmente femininos, algo que fez toda diferença na vida da autora. Por ser mulher, e estrangeira escrevendo em francês, foi-lhe negada a premiação no Goncourt, maior prêmio literário da França.

 

Neel Doff (1858-1942), terceiro filho de uma família de nove filhos, viveu a pobreza e o êxodo durante vinte anos, na Holanda e na Bélgica. Com Dias de fome e angústia (1911), Keetje (1919) e Keetje Trottin (1921), forma uma trilogia autobiográfica, comovente e emotivo.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ sobinfluencia edições; 1ª edição (1 junho 2020)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 144 páginas
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 6599501702
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6599501708
  • Idade de leitura ‏ : ‎ 12 anos e acima
  • Dimensões ‏ : ‎ 14 x 1.5 x 21 cm

Dias de Fome e Desamparo - Neel Doff

SKU: 9786599501708
23,00 €Preço
  • Até 5 dias úteis.