top of page

Uma estranha loucura domina as classes operárias das nações onde reina a civilização capitalista. Essa loucura é o amor pelo trabalho, a paixão moribunda pelo trabalho, levada até à exaustão das forças vitais do indivíduo e da sua prole.

 

No século XIX, quando já os santos do capitalismo se alinhavam no firmamento da economia, Paul Lafargue aprimorava na prisão, com muita ironia, este ensaio clássico e iconoclasta. Debruçando-se sobre a devoção ao trabalho que arrebatara os operários da época, o autor punha em causa a universalidade e a historicidade deste absurdo zelo, numa sociedade em que o indivíduo se abstinha do seu tempo livre em nome da sobreprodução e da acumulação obsessiva. Leitura imprescindível nos tempos que correm, O Direito à Preguiça é um eloquente manifesto contra o vício do trabalho, que corrompe as faculdades humanas, e em defesa da liberdade fundamental de empregarmos o tempo a nosso bel-prazer. 

 

  • TÍTULO ORIGINAL Le Droit à la paresse 
  • TRADUÇÃO José Alfaro
  • 1.ª EDIÇÃO 2016
  • PÁGINAS 96
  • ISBN 978-972-608-288-0
  • EDITORA ANTÍGONA

# O Direito à Preguiça, PAUL LAFARGUE, ISBN 9789726082880

O Direito à Preguiça - PAUL LAFARGUE

SKU: 978-9726082880
13,00 €Preço
  • Até 7 dias úteis.

   Portes de envio.

Taxa fixa de € 3,25 por pedido

Entrega grátis para pedidos acima de  € 50,00 

                     

Produtos relacionados