top of page

Escrito em 1968, na época em que Zygmunt Bauman era professor na Polônia, o original deste livro estava perto do lançamento quando foi censurado e confiscado pelo governo polonês. Durante meio século, o consenso era de que o manuscrito estava perdido. Mas, surpreendentemente, ele sobreviveu, servindo de base para esta edição póstuma.

 

Esboços de uma teoria da cultura é um livro notável tanto por sua história quanto pelo valor de suas ideias, jogando nova luz sobre o pensamento de Zygmunt Bauman e apresentando um exame das transformações que estavam ocorrendo nas ciências sociais na década de 1960.

Nos ensaios aqui reunidos, Bauman analisa de forma crítica e incisiva as correntes que então se desenvolviam, buscando formular ele próprio uma teoria semiótica da cultura. Em suas reflexões, discorre ainda sobre o nascimento de um novo tipo de sociedade, caracterizada por um maior grau de individualização, pela intensificação de uma rede global de relacionamentos e por transformações rápidas e imprevisíveis, antecipando em algumas décadas temas que se tornaram centrais em sua obra.

Embora estes esboços sejam um testemunho de um momento histórico, eles também o transcendem, deixando um legado essencial para as ciências humanas contemporâneas.

 

ZYGMUNT BAUMAN (1925-2017) foi o grande pensador da modernidade. Perspicaz analista de temas contemporâneos, deixou vasta obra — com destaque para o best-seller Amor líquido. Professor emérito das universidades de Varsóvia e de Leeds, tem mais de quarenta livros publicados no Brasil, todos pela Zahar. Bauman nasceu na Polônia e morreu na Inglaterra, onde vivia desde a década de 1970.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ Zahar;
  • 1ª edição (13 abril 2022)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 496 páginas
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6559790586
  • Dimensões ‏ : ‎ 14 x 2.8 x 21 cm

Esboços de uma teoria da cultura - Zygmunt Bauman

SKU: 9786559790586
47,00 €Preço
  • Até 5 dias úteis.

   Portes de envio.