top of page

Para Anders, no mundo fordista o trabalhador já não conseguia imaginar os efeitos distantes de suas ações, dado o triunfo irrefutável do aparato técnico de produção. Assim, as piores atrocidades podem ser realizadas como se fossem um trabalho trivial, sem culpa nem remorso. Ou seja, todos poderíamos nos tornar cúmplices ou vítimas de uma máquina de extermínio. Isso não eliminaria a "oportunidade moral positiva", diz Anders. No entanto, na medida em que a ideia de futuro se inscreve no tempo presente enquanto ameaça impessoal e permanente, a negação da ordem existente torna-se mais problemática, deixando-se de se processar nos termos próprios da norma progressista. Tanto assim que Anders se volta a uma militância "antiapocalíptica", definida pela tentativa radical de adiar o horizonte de extinção da humanidade.

 

Detalhes do produto

  • Editora ‏ : ‎ EDITORA ELEFANTE
  • 1ª edição (1 janeiro 2023)
  • Idioma ‏ : ‎ Português do Brasil
  • Capa comum ‏ : ‎ 112 páginas
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8593115677
  • Dimensões ‏ : ‎ 2 x 14 x 21 cm

NÓS, FILHOS DE EICHMANN: CARTA ABERTA A KLAUS EICHMANN - GÜNTHER ANDERS

SKU: 9788593115677
18,50 €Preço
  • Até 5 dias úteis.